domingo, 6 de janeiro de 2013


Algumas pessoas costumam me perguntar  de onde surge  inspiração para escrever letras de música? Como funciona esse processo que se denomina compor?

Sinceramente, acredito ser algo espiritual, uma força divina me auxilia a escrever.
Creio que a inspiração está no ar, no vento, no tempo, no espaço, ela já existe, por criação divina, basta deixar fluir a sensibilidade, ouvir a voz do coração, observar e sentir o que nos cerca, procurando dessa forma extrair de nossa passagem nesse mundo o que a experiência de viver nos oferece.

Escrevo sobre o que sinto, o que vejo, o que leio, o que ouço, me inspiro na natureza, na beleza da mulher, na vida como ela é, poderia dizer que a inspiração advém de diversos fatores como: O nascimento de um filho, a perda de um ente querido, relações amorosas, decepções, sonhos, desejos, conquistas,encontros, desencontros, reencontros e etc. Ou seja: Tudo a que estamos sujeitos a partir do momento em que chegamos ao mundo.

O grande lance é poder traduzir a conexão existente entre a mente e o pulsar do coração, pois é justamente nesse caminho que encontramos a inspiração, ou seja: A voz de DEUS, que existe em cada um de nós, desde o dado instante em que recebemos o dom de viver e assim, todos nós somos artistas. E a vida? A vida é a própria arte, a arte maior, a divina arte.

Deus é o transmissor, o condutor de idéias, de sonhos e desejos aflorados, é a sensibilidade exteriorizada, é o processo de ingerir, de digerir para depois expelir, os sentimentos e os pensamentos que irão transparecer a nossa alma.

Tentei,dessa forma, baseado no questionamento que as pessoas costumam me fazer, responder o que para mim é compor.

Assim sendo, inicio esse blog com uma letra cujo título é: Compor.
________________________________________
COMPOR
(Raphael Lott)

Compor é buscar na alma 
É fazer valer todos os momentos
 
Que fazem viver
 

É poder juntar
 
Todas sensações
 
Que mexem com a gente
 
Que nos enchem os olhos
 
Que fazem sorrir
 

Basta permitir o amor entrar
 
Deixar invadir pra fazer fluir
 
Todo sentimento de um coração
 

Compor é unir palavras
 
Construir parábolas pra transmitir
 
O que sai do peito
 

É Poder criar um verso perfeito
 
É achar o tempo
 
É pegar no vento
 
As frases mais certas
 
Pra virar canção
 

A inspiração
 
Deixar florescer
 
Pra virar canção
 

Meu alvo é você – Raphael Lott e Pedrinho da Flor

Se a vontade de amar que pulsa em meu peito
Eu não puder transmitir usando a inspiração
Rapidamente eu vou tentar dar o meu jeito
De te fazer ouvir a voz do meu coração

Se o sorriso que abro ao te ver passar
E a expressão de paixão que sai do meu olhar
Não conseguirem o meu sentimento mostrar
Mesmo assim não desisto de te conquistar

Nas areias do mar
Em versos eu vou descrever
O motivo porque, por que
Meu alvo é você 2x

Todas as nuvens do céu
Tentarei colorir
Só pra ver cada gota de chuva cair
E a terra pintar

E se ainda assim
E não esclarecer que eu faço isso tudo porque amo você
Eu subo ao pico mais alto do mundo
E começo a gritar

Eu amo você, eu amo você, eu amo você
Me dá seu carinho
Eu sei que sozinho
Não posso viver 2X

©Todos os direitos reservados.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

COMPONDO...VIVENDO...

Algumas pessoas costumam me perguntar  "De onde surge  inspiração para escrever letras de música? Como funciona esse processo que se denomina compor?".

Sinceramente, acredito ser algo espiritual, uma força divina me auxilia a escrever.
Creio que a inspiração está no ar, no vento, no tempo, no espaço, ou seja: Ela já existe, por criação divina, basta deixar fluir a sensibilidade, ouvir a voz do coração, observar e sentir o que nos cerca, procurando dessa forma extrair de nossa passagem na terra o que a experiência de viver nos oferece.

Escrevo sobre o que sinto, o que vejo, o que leio, o que ouço, me inspiro na natureza, na beleza da mulher, na vida como ela é, poderia dizer que a inspiração advém de diversos fatores como: O nascimento de um filho, a perda de um ente querido, relações amorosas, decepções, sonhos, desejos, conquistas,etc. Ou seja: Tudo a que estamos sujeitos a partir do momento em que chegamos ao mundo.

O grande lance é poder traduzir a conexão existente entre a mente e o pulsar do coração, pois é justamente nesse caminho que encontramos a inspiração, ou seja: A voz de DEUS, que existe em cada um de nós, desde o dado instante em que recebemos o dom de viver e assim, todos nós somos artistas. E a vida? A vida é a própria arte, a arte maior, a divina arte.

Deus é o transmissor, o condutor de idéias, de sonhos e desejos aflorados, é a sensibilidade exteriorizada, é o processo de ingerir, de digerir para depois expelir, os sentimentos e os pensamentos que irão transparecer a nossa alma.

Tentei,dessa forma, baseado no questionamento que as pessoas costumam me fazer, responder, humildemente, o que para mim é compor


Portanto, inicio esse blog com uma letra que fiz tentando explicar o que para mim é compor.

Raphael Lott - http://www.facebook.com/home.php
________________________________________

COMPOR
(Raphael Lott)


Compor é buscar na alma 
É fazer valer todos os momentos
 
Que fazem viver
 

É poder juntar
 
Todas sensações
 
Que mexem com a gente
 
Que nos enchem os olhos
 
Que fazem sorrir
 

Basta permitir o amor entrar
 
Deixar invadir pra fazer fluir
 
Todo sentimento de um coração
 

Compor é unir palavras
 
Construir parábolas pra transmitir
 
O que sai do peito
 

É Poder criar um verso perfeito
 
É achar o tempo
 
É pegar no vento
 
As frases mais certas
 
Pra virar canção
 

A inspiração
 
Deixar florescer
 
Pra virar canção
 


__________________________________

HORIZONTE DE BRASÍLIA
 
(Raphael Lott)
 

Por de sol de primavera
 
Rubra esfera a descansar
 
No horizonte de brasília
 
Coisa de se admirar
 

Entre nuvens oscilantes
 
De um cerrado contrastante
 
Um crepúsculo deslumbrante
 
Resplandesce a nos brindar
 

Bate papo e coisa e tal
 
De uma tarde genial
 
Na visão da capital
 
Tudo muito alto astral
 

Um momento tão bonito
 
Verdadeira aquarela
 
Muito amor, muita harmonia
 
O perfume e o beijo dela


Gaivotas, barco a vela
 
Um convite para amar
 
Ela e eu ou eu e ela
 
Às margens do paranoá...
 



Clique aqui para ouvir!


Violão e Voz: João Marinho - http://www.myspace.com/joaomarinhojr 

_____________________________________________

TODOS NÓS SOMOS ARTISTAS
 
(Raphael Lott)
 

A vida é um teatro
 
Com um circo se parece
 
Cada um tem sua história
 
Cada qual com seu papel
 

Todos nós somos artistas
 
Vislumbrados, ativistas
 
Malabares, trapezistas
 
Democratas ou fascistas
 

Uns com muito, outros sem nada
 
Uns palhaços, outros nem tanto
 
Uns bandidos outros santos
 
Numa escala de valores
 

Todos nós somos atores
 
Uns com sede de vingança
 
Outros cheios de esperança
 
Uns lamentam e outros cantam
 

Uns sucedem e outros dançam
 
Na platéia que nos cerca
 
Uns aplaudem e outros vaiam
 
Há quem ria e há quem chore
 

E assim a vida segue
 
Como pode, como deve
 
Nessa escala de valores
 
Todos nós somos atores
 

Nesse palco de incertezas
 
Muitas perdas, tantas glórias
 
Cada um tem sua história
 
Cada um tem sua história...
 

Clique aqui para ouvir!

Violão e Voz: João Marinho - http://www.myspace.com/joaomarinhojr

_________________________ 


O MOMENTO É AGORA
 
(Raphael Lott) 

O tempo dita as horas o momento é agora
 
Viver é um misterioso jogo do destino
 
Nesse jogo não se pode ganhar sempre
 
É nossa obrigação aprender com as derrotas
 

Tudo isso na verdade são lições
 
Pro nosso crescimento
 
A vida é assim
 
Então se conforme,
 
Você é ser humano e está vivo
 

Como quem diz: Coisa do destino
 
Como quem diz
 

Se não for desse jeito, você vai sofrer,
 
Vai remar contra a maré
 
Ou vai seguir na contra-mão
 
Aí , vai conselho,
 
Siga em frente, preste atenção
 

O caminho é muito curto,
 
Então viva tudo, ame muito
 
Seja intenso e não olhe para trás
 

A vida é assim
 
Então se conforme,
 
você é ser humano e está vivo
 
Como quem diz: Coisa do destino
 
Como quem diz...
 


Clique aqui para ouvir!

Violão e Voz: João Marinho - http://www.myspace.com/joaomarinhojr
_________________________
 


A VIDA ACONTECE
 
(Raphael Lott)
 

Pessoas se envolvem
 
Se olham, se esbarram
 
Pessoas se cruzam
 
Se usam, se abusam
 

Atraem, repelem
 
Entrelaçam, procuram
 

Encontros, ilusões
 
Desencontros, frustrações
 
Reencontros, emoções
 

De dentro pra fora
 
De fora pra dentro
 
No correr das horas
 
No passar do tempo
 

O amor, a paixão
 
A química, o desejo
 
A pele, o cheiro, o gosto do beijo
 

Situações aparecem
 
Sensações transparecem
 
Em questão de momento
 
Amores que cessam
 
Paixões que florescem
 

Enfim é assim
 
Que no giro do mundo
 
A vida acontece
 

__________________________________
 


LOUCURAS A MAIS
 
(Raphael Lott)
 

Visões diferentes
 
Nos olhos, na mente
 
Tão linda paisagem
 
No céu da cidade
 

O sol a se pôr
 
Num cartão postal
 
Energia que flui
 
Um forte astral
 

Paixões que se ascendem
 
Desejos ardentes
 
Perigos constantes
 
Que mexem com a gente
 

Vibrações anormais
 
Sensações animais
 
loucuras a mais
 
Que a vida nos traz
 

Visões diferentes
 
Num cartão postal
 
Desenhos marcantes
 
No céu da cidade
 

Paixões que se ascendem
 
Perigos constantes
 
Tão lindas paisagens
 
Nos olhos na mente
 

Sensações anormais
 
Vibrações animais
 
Loucuras a mais
 
Que a vida nos traz...
 


Clique aqui para ouvir!

Violão e Voz: João Marinho - http://www.myspace.com/joaomarinhojr


______________________________________ 


VOU VIVENDO
 
(Raphael Lott)
 

Na vida, na vida, na vida, na vida
 

A gente aprende
 
A gente apanha
 
A gente perde
 
A gente ganha
 

A gente erra
 
A gente ama
 
A gente ri
 
A gente chora
 

A gente sente
 
Emoções mais contundentes
 
E também as mais estranhas
 

As feridas que se abrem
 
Só tempo é que cura
 
Nas entranhas de minha alma
 
Cabe amor
 
Cabe ternura
 

Ansiedades e desejos
 
Aventuras e loucuras
 

Nesse mar de sentimentos
 
Alegrias
 
Amarguras
 

Todo dia a cada instante
 
Sobrevivo
 
Nesse mundo delirante
 
De humores inconstantes
 

Vou levando essa vida
 
Enquanto ela me dá chance
 
Conquistando e perdendo
 

Vou errando
 
vou cantando
 
vou vivendo...
 

Na vida, na vida, na vida...
 

Clique aqui para ouvir!


Violão e Voz: João Marinho - http://www.myspace.com/joaomarinhojr 

______________________________________


CHEIRO DE MATO 
(Raphael Lott)
 

Cheiro de Mato
 
Terra Molhada
 
Orvalho que cai
 
Que molha o jardim
 
Que piso descalço
 

Estrada de terra
 
Verde de serra
 
Caminhos que exploro
 
Perfeita magia
 
Exalo em meus poros
 
Enorme alegria
 

Aos Céus eu imploro
 
Com a força do amor
 
Encontrar a paz
 
Que busco demais
 

Idéias que surgem
 
Sentidos que fluem
 
De noite e de dia
 
Invadem meu peito
 
E saem de dentro
 
Do meu coração
 

Cheiro de Mato
 
Terra Molhada
 
Paixões que despertam
 
Inspiram o poeta
 
Na estrada da vida
 

Estrada da terra
 
Verde de serra
 
Caminhos que exploro
 
Exalam em meus poros
 
Aos céus eu imploro
 

Imaginação
 

Aos céus eu imploro
 
Com a força do amor
 
Encontrar a paz
 
Que busco demais
 

Idéias que surgem
 
Sentidos que fluem
 
De noite e de dia
 
Invadem meu peito
 
E saem de dentro
 
Do meu coração
 

Cheiro de Mato
 
Terra Molhada...
 


Clique aqui para ouvir!


Violão e Voz: João Marinho - http://www.myspace.com/joaomarinhojr

_______________________________ 


UM AMOR DIFERENTE – Para minha filha Bárbara
 
(Raphael Lott)
 

O amor que eu sinto
 
É tão belo e raro
 
É amor infinito
 
Tão sincero e bonito
 

É leal, é crescente
 
É um amor diferente
 
Que transborda minha alma
 
Acalenta e acalma


É o céu, é o mar
 
É latente, é pra sempre
 
É intenso, é puro
 
É real e profundo
 

O mais forte do mundo
 
É ternura demais
 
É o amor de um PAI
 
Beleza e Paz
 

O amor que eu sinto
 
É tão belo e raro
 
É amor infinito
 
Tão sincero e bonito
 

É leal, é crescente
 
É um amor diferente
 
Que transborda minha alma
 
Acalenta e acalma
 

É pureza e leveza
 
Emoção, poesia,
 
Minha razão e alegria
 
Meu caminho, minha trilha
 

Eu te amo minha filha
 
É ternura demais
 
É o amor de um PAI
 
Beleza e Paz...
 

______________________________
 


COISA DO PASSADO
 
(Raphael Lott)
 

As crianças de hoje em dia
 
Já não brincam como antes
 
Estão perdendo a magia,
 
O sorriso, a alegria
 

Pique esconde, pique pega
 
Bicicleta, cabra cega,
 
Jogar bete e ioiô
 
Virou coisa do passado
 

A infância tá mudada
 
Vídeo game, internet,
 
Celular, computador
 

São crianças fabricadas
 
Consumistas desde cedo
 
São escravas de um mundo
 
Futurista e vaidoso
 

Tão precoces quanto ao sexo
 
Estão perdendo a emoção
 
Os princípios, a essência
 
A moral e a Educação
 

Tudo isso esquecido
 
Totalmente sem noção
 

As crianças de hoje em dia
 
Já não brincam como antes
 
A infância do meu tempo
 
Era mais interessante...
 

_______________________________
 


ETERNO SANATÓRIO
 
(Raphael Lott)
 

Corre, corre
 
Sobe e desce
 
É assim que acontece
 
Nas entranhas das cidades
 

Vez por outra, novamente
 
Recorrente, outra vez
 

Trânsito, escritório
 
Filas, falatório


As pessoas perturbadas
 
Enlouquecem, se irritam
 
E transformam a metrópole
 
Num eterno sanatório
 

Celulares e sirenes
 
Violência persistente
 
Caos urbano existente
 
Louca vida aparente
 

Dia e noite, noite e dia
 
Sempre a mesma agonia
 
Nas entranhas da cidade
 

As pessoas, as cabeças
 
Cada qual com sua sentença
 
Numa eterna luta interna
 
Pela tal sobrevivência
 

A Malícia que invade
 
Energias que destroem
 
Que corrompem
 
E Corroem
 
As entranhas das cidades...
 



Clique aqui para ouvir!

Violão e Voz: João Marinho - http://www.myspace.com/joaomarinhojr 

_____________________________________


SOBRE AS ÀGUAS DE BRASÍLIA – PONTE JK 
(Raphael Lott)
 

Na visão perspectiva
 
Muitas hastes
 
Em três arcos
 
Se entrelaçam sobre as águas
 

Grandiosa se declina
 
Entre as margens da nobreza
 

Criação da engenharia
 
Em perfeita simetria
 

Singeleza e beleza
 
Num projeto arquitetônico
 
Sobre as águas de Brasília
 

Nas nuanças de uma ponte
 
Que transporta emoções
 
Aventuras e Romances
 
Expectativas, esperanças
 

Na visão perspectiva
 
Muitas hastes
 
Em três arcos
 

Linda obra
 
Obra prima
 
Se tornou cartão postal
 
Na cidade planejada
 
Que virou a capital
 

Na visão perspectiva
 
Muitas hastes
 
Em três arcos
 
Se entrelaçam sobre as águas...
 

______________________________


FILOSOFIA DE BOTECO
(Raphael Lott)

Balacobaco...Meu bem
Telecoteco,
Balacobaco  Neném,
Vou pro boteco

Bate papo, peteleco
Caldo verde, linguiçinha
Tamborim e reco-reco
Filosofia de boteco

Balacobaco...Meu bem
Telecoteco,
Balacobaco , Neném,
Tô no boteco

Um choppinho a beira mar
Um convite pra sambar
Caipirinha com Chouriço
Pegação sem compromisso

Tem porções pra todo gosto
Azeitona sem caroço
Tem beijinho no pescoço
Terengotengo, caterefofo

Balacobaco...Meu bem
Telecoteco, Balacobaco , Neném,
Tô no boteco

Tens uns troços
Tens uns trecos
Tem purrinha
Tem petiscos

Cervejinha Geladinha
Alto astral e muito agito
Programinha três palitos
Pererê caixa de fósforo
Tererê, catiripapo
Aperitivos, Frango ao bafo

Balacobaco...Meu bem
Telecoteco,
Balacobaco, neném,
Tô no boteco

Cachacinha, tira gosto
Batucada no caneco
Cafezinho no capricho
Passa a régua e trás o troco

Balacobaco...meu bem
Telecoteco,
Filosofia, neném ...
De boteco....
_______________________________

VENTOS(Raphael Lott)

Ventos que batem tão forte
Com força o bastante
Num sopro de paz
Buscando tornar os sonhos reais

Ventos que estancam os cortes
Que trazem a tona
Lembranças distantes
Amores, amantes
De tempos atrás

Ventos que varrem angustias
Alteram as marés
Que viram as velas
Desviam os rumos
Dos barcos no mar
Em busca do cais

Ventos refrescam os corpos
Balançam os cabelos
Alteram destinos
Renovam esperanças
Libertam os medos

Derrubam fronteiras
Abrindo caminhos
Que nos satisfaz

Ventos que batem tão forte
Com força o bastante
Num sopro de paz
Buscando tornar os sonhos reais

Ventos que varrem angustias
Alteram as marés
Que viram as velas
Desviam os rumos
Dos barcos no mar
Em busca do cais...

____________________________

BRASIL - EXAGERO DE BELEZA
(Raphael Lott)

Ê Brasil
Que imensidão
Seus costumes
Suas cores
Seus sotaques
Seus sabores

Que conquistam corações
Que embalam emoções
Que despertam ilusões

Belas praias
Grandes Rios
Verdes mares e florestas
Seu astral e suas festas

Esplendor da natureza
Exagero de beleza
Futebol e carnaval
Em um clima tropical

Seus verões desinibidos
Tudo muito colorido
Suas mulheres tão bonitas
Tão gostosas, tão formosas
Um colírio

É assim esse país
É paixão que contagia
Energia que irradia
Que transborda alegria
Que inspira poesia

Ê Brasil sem dimensão,
Sem limites
Sem fronteiras
Seu astral e suas festas
Esplendor da natureza
Exagero de beleza...

_______________________________


AMOR OU PAIXÃO
(Raphael Lott)

O que de fato importa
É o que nos faz feliz
E aos outros também

Energia que vem
Bem de dentro do peito
Que nos causa efeito
Que nos vira a cabeça
Que nos tira do chão

É amor, é paixão
Pode vir pelo vento
Num instante de tempo
Sem definição
No outono ou inverno
Primavera ou verão

Vem assim de repente
Nos invade a mente
E o coração
  
Vem de forma pungente
Em qualquer estação
No outono ou inverno
Primavera ou verão

Mexe tanto com a gente
E nos tira do chão
É amor ou paixão...

teste